(C) Barreiras à competição

A competição é importante para garantir um uso eficiente dos recursos, assegurando que empresas mais produtivas sobrevivam. Isso permite que o país concentre seus recursos nas firmas mais eficientes, sendo possível produzir mais com as mesmas quantidades de capital físico e humano – e assim atingir uma PFT mais elevada.

A presença de barreiras à competição, porém, impede esse movimento, pois dificultam a entrada de empresas novas e mais eficientes, ao mesmo tempo em que asseguram a sobrevivência de empresas pouco produtivas. E países mais pobres tendem a possuir mais dessas barreiras, o que poderia explicar seus níveis de PTF mais baixos.

Um exemplo disso é a burocracia associada à abertura e manutenção de negócios, que tende a ser especialmente pesada em países em desenvolvimento. Outro exemplo importante é a existência de barreiras ao comércio internacional, que protegem as firmas nacionais da competição externa.

Nesses países em desenvolvimento, o estado é frequentemente capturado por firmas já estabelecidas (e que gozam de extensas conexões políticas), que influenciam no estabelecimento dessas barreiras à competição. Assim, as firmas têm mais incentivo para investir nessas conexões do que para tomar ações que as tornam mais produtivas, o que pode se refletir em uma menor PTF.

Realização

Bei editora

Apoio

CP+B
Usamos cookies por vários motivos, como manter o site do PQ? confiável ​​e seguro, personalizar conteúdo e anúncios,
fornecer recursos de mídia social e analisar como o site é usado. Para maiores informações clique aqui.