Os gurus e a crise

Nos últimos anos vimos bombar a quantidade de gente dando conselhos de como investir na Bolsa. Há pessoas que viraram verdadeiros gurus no YouTube, com milhares de seguidores. Ficaram ricas.




Alguns gurus focam em dar dicas sobre como ganhar dinheiro com o day trade. Outros, em como escolher ações que vão subir muito num curto espaço de tempo. E tem também aqueles que ensinam estratégias para tirar dinheiro fácil do mercado — como, por exemplo, comprando ações que pagam altos dividendos. Como nós do Por Que? estamos explicando há algum tempo, é tudo mentira, enganação.




A tecla em que batemos sem parar é a de que Bolsa é ótima sim para pessoas físicas, mas de um jeito totalmente "papai e mamãe". Carteira diversificada, horizonte muito longo, de mais de 20 anos, com certeza. É um investimento previdenciário. Qualquer coisa fora disso, ou seja, todas as outras posições do Kama Sutra, é coisa de profissional (e olhe lá...).




Mas as mídias sociais têm poderes incríveis e são terra fértil para os charlatões. Infelizmente, muita gente pegou seu dinheirinho do curto prazo e foi seguir seu guru favorito. A crise atual trouxe um banho de sangue e de realidade.




Se você investe na Bolsa da maneira correta — carteira diversificada e para a aposentadoria — não se preocupe. Aliás, o jeito certo de investir é este mesmo: não olhar para as oscilações do mercado, nem as de alta, nem as de baixa; aporte automaticamente, regularmente, e fim de papo. Agora, se você colocou na Bolsa aquele dinheiro que é importante para você hoje, não sei o que lhe dizer. Será que seu guru sabe?



Para ficar por dentro do que rola no Por Quê?clique aqui e assine a nossa Newsletter.



Siga a gente no Facebook e Twitter!
Inscreva-se no nosso canal no YouTube!
Curta as nossas fotos no Instagram!





BLOG

Faça nosso teste e saiba como está sua saúde financeira!

QUERO FAZER O TESTE

Realização

Bei editora

Apoio

CP+B
Usamos cookies por vários motivos, como manter o site do PQ? confiável ​​e seguro, personalizar conteúdo e anúncios,
fornecer recursos de mídia social e analisar como o site é usado. Para maiores informações clique aqui.