A aposentadoria da caderneta de poupança

A caderneta de poupança nasceu há bastante tempo, em 1861, sob a caneta de dom Pedro II. Ela veio ao mundo juntamente com a Caixa Econômica Federal. Os detalhes da regra de remuneração da caderneta de poupança mudaram muito ao longo do tempo, mas a ideia básica, não. Desde sempre, seu objetivo foi oferecer à população um investimento simples que a protegesse da inflação. Um papel muito nobre de uma verdadeira heroína brasileira.

Mas até as heroínas envelhecem, e investir na caderneta de poupança se tornou a maior roubada, sobretudo a partir de 2002, quando o governo lançou o Tesouro Direto, uma plataforma simples para pessoas físicas comprarem títulos públicos.. O Tesouro Direto é muito melhor, principalmente se estamos falando em investimentos de longo prazo, como guardar dinheiro para a aposentadoria.

Se você comprar um título público no Tesouro Direto chamado Tesouro Selic, você recebe 100% da taxa Selic (na verdade, é até um pouquinho mais).  A alíquota de imposto de renda que incide sobre o investimento em títulos públicos é de 15% para aplicações acima de 720 dias. Ou seja, o retorno líquido que você terá na hora de se aposentar comprando o título público é 85% da Selic acumulada no período. Por sua vez, a caderneta de poupança, nas regras atuais, rende 70% da taxa Selic e é isenta de imposto de renda. Portanto, é 85% contra 70%.

A diferença disso no longo prazo é bem grande. Vamos supor o seguinte: a Selic nos próximos 50 anos vai ficar como está, em 6,5% ao ano, e João, que tem 20 anos, vai guardar mil reais por mês na caderneta de poupança, enquanto o José, da mesma idade, vai guardar o mesmo valor no título público Tesouro Selic. Quando eles tiverem 70 anos, João vai ter 2,2 milhões de reais para gastar e José, 3,1 milhões. Imaginando uma inflação de 4% ao ano, com esses valores guardados, João vai conseguir comprar o que 300 mil reais compram hoje, e José conseguirá comprar o que 430 mil reais compram hoje. Pois é, José vai estar bem melhor do que João.

Hoje há quase 800 bilhões de reais investidos na caderneta de poupança. No Tesouro Direto, em todos os títulos públicos, há apenas 55 bilhões. Isso é triste em um cenário onde a previdência privada ganha cada vez mais importância. Os brasileiros precisam entender o mais rápido possível que a heroína já se aposentou.

ARTIGO PUBLICADO NA FOLHA DE S. PAULO

 
Para ficar por dentro do que rola no Por Quê?, clique aqui e assine a nossa Newsletter.



Siga a gente no Facebook e Twitter!
Inscreva-se no nosso canal no YouTube!
Curta as nossas fotos no Instagram!


BLOG

Faça nosso teste e saiba como está sua saúde financeira!

QUERO FAZER O TESTE

Realização

Bei editora

Apoio

CP+B
Usamos cookies por vários motivos, como manter o site do PQ? confiável ​​e seguro, personalizar conteúdo e anúncios,
fornecer recursos de mídia social e analisar como o site é usado. Para maiores informações clique aqui.