A inflação de junho | Gráfico da Semana

A inflação brasileira andava bem baixa desde o começo do ano. E, em abril e maio, mergulhou no território negativo – isto é, tivemos quedas médias de preços nesses meses. Foi justamente nesse período que o coronavírus atingiu em cheio a economia brasileira, provocando uma recessão pesada.

Mas o último dado, de junho, mostra a inflação de volta para valores positivos. Em média, os preços subiram 0,26% ao longo do mês. Esse valor, na verdade, está bem em linha com os observados para o mesmo mês ao longo dos últimos anos.

Abaixo reproduzimos um gráfico que publicamos anteriormente, incorporando agora o dado mais recente de junho. A linha cinza mostra a inflação mensal de 2020 desde janeiro. As linhas azul e rosa trazem informações consolidadas entre 2000 a 2019. A linha azul mostra a mediana para cada um desses meses ao longo desse período de 19 anos, e a linha laranja indica o menor observado (isto é, o mínimo) para cada mês.
Desde o começo do ano, a inflação estava abaixo da mediana, situando-se próxima dos valores mínimos do período anterior. Em abril e maio esse movimento se acentua, e a inflação fica significativamente abaixo do mínimo. Mas em junho ela sobe. O valor observado está bem próximo da mediana no dado mais recente.

(Observação: em uma série de dados, a mediana é o valor que fica exatamente no meio – isto é, metade das observações é menor que ela, e metade é maior. Leia mais aqui.)
 
Fonte dos dados
Ipeadata
http://www.ipeadata.gov.br/Default.aspx


Para ficar por dentro do que rola no Por Quê?clique aqui e assine a nossa Newsletter.



Siga a gente no Facebook e Twitter!
Inscreva-se no nosso canal no YouTube!
Curta as nossas fotos no Instagram!





BLOG

Faça nosso teste e saiba como está sua saúde financeira!

QUERO FAZER O TESTE

Realização

Bei editora

Apoio

CP+B
Usamos cookies por vários motivos, como manter o site do PQ? confiável ​​e seguro, personalizar conteúdo e anúncios,
fornecer recursos de mídia social e analisar como o site é usado. Para maiores informações clique aqui.