BNDES anuncia queda nos subsídios - é o fim da bolsa-empresário?

A partir de 2018, os empréstimos novos feitos pelo BNDES não mais serão atrelados à Taxa de Juros de Longo Prazo, a famigerada TJLP. Em seu lugar teremos a TLP – e a diferença não é apenas o sumiço do J de "Juros".

A TJLP de hoje – que valerá para todo estoque de crédito já concedido até seu vencimento – representa um subsídio da sociedade para os empresários. Algo que não faz sentido nem em termos de eficiência, nem em termos de justiça econômica.

A nova TLP seguirá mais de perto a realidade das taxas de mercado. Será composta pela soma da inflação com a taxa de juro real de mercado para um período de 5 anos. O subsídio aos empresários cairá muito, de todo modo. Hoje está na casa dos R$ 30 bilhões por ano e vai para perto de zero.

Uma consequência interessante é que, com menos subsídio, o mercado privado de crédito de longo prazo poderá, enfim, começar a se desenvolver no Brasil. Nesse caso, sem a concorrência desleal do governo.

A economia ganha eficiência e a sociedade torna-se menos injusta.

BLOG

Faça nosso teste e saiba como está sua saúde financeira!

QUERO FAZER O TESTE
O pato soy yo?

O pato soy yo?

Realização

Bei editora

Apoio

CP+B
Usamos cookies por vários motivos, como manter o site do PQ? confiável ​​e seguro, personalizar conteúdo e anúncios,
fornecer recursos de mídia social e analisar como o site é usado. Para maiores informações clique aqui.