Câmara pode limitar lançamento de carros no Brasil?

estoque-carros-concessionária

Por estas bandas temos várias propostas de políticas com o objetivo nobre de proteger o consumidor. Mas o tiro pode sair pela culatra, caso não se leve em conta a reação das empresas. É o caso de uma proposta em discussão na Câmara dos Deputados, já aprovada na Comissão de Defesa do Consumidor, que visa limitar as alterações que fabricantes de automóveis podem fazer nos modelos recém-lançados. O projeto pretende forçar a indústria automotiva a fabricar determinado modelo por ao menos 10 anos após o lançamento.
Qual o objetivo do projeto?
Quando adquirimos um carro, ele perde valor de revenda rapidamente. A limitação à realização de alterações no modelo tenta reduzir esse ritmo de depreciação. E, ao manter o veículo em fabricação por ao menos 10 anos, espera-se que o fabricante garanta um fornecimento de peças.

Esse último ponto é particularmente problemático.
Qual o provável efeito?
Pense da perspectiva da empresa produtora de veículos. Quando ela lança um modelo novo, não tem certeza absoluta da reação do público. Pode ser que seja um sucesso de vendas, mas também um total desastre. Em caso de fracasso, se a companhia não puder se ajustar (no limite, retirando o carro de linha), terá que amargar esse prejuízo por muitos anos.

Se a proposta virar lei, fracassos serão muito custosos para empresas. Fabricantes podem então optar por lançar menos modelos de carros para evitar esse tipo de situação.

Ou seja, a variedade de produtos tende a ser menor. Como isso é bom para o consumidor?

 
Para ficar por dentro do que rola no Por Quê?, clique aqui e assine a nossa Newsletter.
Siga a gente no Facebook!
Inscreva-se no nosso canal no YouTube!
E curta as nossas fotos no Insta :)


BLOG

Faça nosso teste e saiba como está sua saúde financeira!

QUERO FAZER O TESTE

Realização

Bei editora

Apoio

CP+B
Usamos cookies por vários motivos, como manter o site do PQ? confiável ​​e seguro, personalizar conteúdo e anúncios,
fornecer recursos de mídia social e analisar como o site é usado. Para maiores informações clique aqui.