Nova série | Sem Patrão – Empreendendo nas Periferias



O Por Quê? – Economês em bom português lançou nesta semana a série de vídeos Sem Patrão – Empreendendo nas Periferias, filmada no bairro do Grajaú e na comunidade do Jardim Colombo, ambas na zona sul de São Paulo. São bairros dos quais a equipe do Por Quê? se aproximou em razão do trabalho conjunto com o Arq.Futuro, plataforma de discussão sobre as cidades.

Arq.Futuro e Por Quê? fazem parte da BEĨ Editora e suas equipes colaboram em diversos projetos. O que aproxima as plataformas no projeto Sem Patrão é o desejo de superar as divisões sociais brasileiras, tanto do ponto de vista econômico quanto do urbanístico. No Arq.Futuro, discutimos a segregação espacial das cidades brasileiras e defendemos a necessidade de implantar políticas públicas voltadas para a cidade informal, aquela que é construída a despeito das normas urbanísticas para atender às demandas mais urgentes dos cidadãos. No Por Quê?, procuramos estimular o raciocínio econômico e o interesse pela economia para além do círculo acadêmico, e trabalhamos a educação financeira em escolas da rede pública por meio do curso Aprendendo a Lidar com Dinheiro.

Assim, Sem Patrão expressa essa visão transdisciplinar em que cidade e economia são interpretadas ao mesmo tempo. Da mesma maneira que a cidade informal atende à necessidade de acesso a elementos urbanos básicos  – casas, vias e comércio –, a economia da cidade informal é uma resposta às deficiências e também às oportunidades econômicas dos bairros mais pobres. Ainda que carentes de infraestrutura e serviços, esses bairros compõem a maior parte das nossas cidades. Os negócios criados por seus moradores estão, com frequência, à margem das exigências legais de registros, licenças e pagamento de tributos, mas são vitais para a sobrevivência de muitas famílias, sobretudo em períodos como o atual, em que os empregos formais são escassos e o desemprego é alto.

Sem Patrão é um retrato desses bairros e dessas pessoas. Elas contam porque escolheram trabalhar de forma autônoma, e quais são as vantagens e as dificuldades envolvidas nessa escolha. É uma oportunidade para ouvir e aprender, para perceber quantas pessoas talentosas, competentes e criativas existem na “quebrada”. Pessoas que merecem ser valorizadas, talentos que têm o potencial de transformar a nossa sociedade. As ruas do Grajaú e do Jardim Colombo têm uma vitalidade social, econômica e cultural que muita gente de fora nem imagina.
Para ficar por dentro do que rola no Por Quê?, clique aqui e assine a nossa Newsletter.
Siga a gente no Facebook e Twitter!
Inscreva-se no nosso canal no YouTube!
E curta as nossas fotos no Instagram :)


BLOG

Faça nosso teste e saiba como está sua saúde financeira!

QUERO FAZER O TESTE

Realização

Bei editora

Apoio

CP+B
Usamos cookies por vários motivos, como manter o site do PQ? confiável ​​e seguro, personalizar conteúdo e anúncios,
fornecer recursos de mídia social e analisar como o site é usado. Para maiores informações clique aqui.