Cortar impostos dos professores? Por quê?

Um projeto lei no Senado é candidato forte a pior ideia do ano. Ilustríssimo senador, cujo nome preferimos não sair repetindo por aí, achou por bem propor que professores sejam isentos do Imposto de Renda (IR). É um disparate essa proposta ser feita, sobretudo, em período de crise fiscal, desemprego e recessão.     Professores são importantes. Assim como os médicos, policiais e garis. Mas as greves contínuas nas escolas públicas têm mostrado que a vida continua sem professores. Agora, se sua cidade ficar um mês sem coleta de lixo... Pense no seguinte cenário: os professores ganham sua isenção, mas, antes de se beneficiarem da lei infame, sindicatos de bombeiros, auditores e ascensoristas pedem equivalência. Aí, todo mundo, menos os coitados dos ascensoristas, escapam do IR.     Os ascensoristas abandonam o emprego. Você entra no elevador do fórum e aperta o botão do oitavo andar. Não se move. Afinal, a luz foi cortada porque apenas os ascensoristas estavam pagando o pato ao Leão – convenhamos, eles não ganhavam tão bem assim! O doutor Amaral, advogado da dona Inácia do apartamento 81, tenta evitar que ela seja despejada e sobe a escadaria, ofegante. Antes de chegar ao oitavo, um infarto fulminante o derruba. Ele rola pela escada. Feito uma bola de boliche, nocauteia uma dezena de outros alpinistas de degrau. No dia seguinte, dona Inácia, de 85 anos, dorme na escadaria da Igreja da Sé. Bem, acho que nos empolgamos e nos perdemos. Mas, como dizíamos, isenções tributárias para grupos específicos enfraquecem a arrecadação e a capacidade de o governo prover serviços. Além de criar injustiças.    

BLOG

Faça nosso teste e saiba como está sua saúde financeira!

QUERO FAZER O TESTE
Muito cuidado nessa hora!

Muito cuidado nessa hora!

Realização

Bei editora

Apoio

CP+B
Usamos cookies por vários motivos, como manter o site do PQ? confiável ​​e seguro, personalizar conteúdo e anúncios,
fornecer recursos de mídia social e analisar como o site é usado. Para maiores informações clique aqui.