Investidores PF alavancam mais do que devem?

Pessoas que operam na Bolsa podem investir muito mais do que têm. Isso se chama alavancagem. Em operações de day trade, por exemplo, alguém que deposita mil reais na corretora pode comprar 30 mil reais de ações, ou até mais. Quem define quanto é possível uma pessoa alavancar é a própria corretora.

A literatura científica de finanças comportamentais tem estudado esse fenômeno e concluído que talvez seja benéfico que os reguladores dos mercados financeiros limitem a alavancagem permitida às pessoas físicas. A razão é simples. Como já é bem sabido, pessoas físicas fazem, em geral, bobagens quando vão operar na Bolsa (os chamados vieses comportamentais). Uma alavancagem alta só amplifica esses vieses.

Um artigo que conta essa história acabou de ser aceito para publicação no prestigioso Review of Financial Studies . Os autores exploram uma mudança na regulação americana sobre a alavancagem de pessoas físicas e mostram que mais regulação e menos alavancagem melhoram a vida (os resultados) dos investidores. É muito importante pensarmos sobre isso também por aqui. 

COLUNA PUBLICADA NA FOLHA DE SÃO PAULO

Para ficar por dentro do que rola no Por Quê?clique aqui e assine a nossa Newsletter.

Siga a gente no Facebook e Twitter!
Inscreva-se no nosso canal no YouTube!
Curta as nossas fotos no Instagram!

O que você achou desse texto?

*Não é necessário cadastro.

Avaliação de quem leu:

Avalie esse texto Não é necessário cadastro

BLOG

Faça nosso teste e saiba como está sua saúde financeira!

QUERO FAZER O TESTE
A polêmica das farmácias

A polêmica das farmácias

Democracia importa

Democracia importa

Realização

Bei editora

Apoio

CP+B
Usamos cookies por vários motivos, como manter o site do PQ? confiável ​​e seguro, personalizar conteúdo e anúncios,
fornecer recursos de mídia social e analisar como o site é usado. Para maiores informações veja nossa Política de Privacidade.