Por que mais impostos não ajudam os bancos?

Tem gente por aí achando que a proposta de aumento de impostos do governo, indireta e maliciosamente, foi feita para ajudar os bancos. Pensam que os moldes atuais da tentativa de ajuste fiscal servem para beneficiar banqueiros. Balela.

A lógica amalucada é: mais impostos tendem a ajudar a pagar a dívida do governo (o que está certo) e, como parte dos credores dessa dívida são os bancos, eles serão os grandes beneficiados (o que está errado).

Primeiro, os juros altos não são responsabilidade somente dos bancos. O governo, quando se endivida muito, precisa pagar mais caro para pegar mais dinheiro emprestado. Em outras palavras, quando as finanças do governo pioram, seu risco como devedor, de não honrar compromissos, aumenta e os juros sobem. Simples assim.

Segundo, os bancos precisam captar recursos para comprar os chamados títulos de dívida emitidos pelo governo para se financiar. Quando os juros sobem, os bancos precisam pagar mais caro por essas captações.

Terceiro, o banco funciona apenas como intermediário. Digamos que você, leitor, queira investir num título indexado ao juro básico (Selic). O banco vai lá e faz isso para o cliente: compra títulos do governo em nome do cliente. E cobra uma comissão para isso, claro. Então, se o governo não repagar ao banco, é você, cliente, quem  o governo deixará a ver navios. E não o banco.

Mais impostos e menos gastos não elevam o lucro dos bancos. Uma estrutura fiscal mais sólida, com gastos condizentes com a capacidade real de pagamento do governo, ajuda, sim, a derrubar a taxa de juros, por diminuir o risco-país.

Ou seja, a tentativa do governo de arrumar a casa, se der certo, fará bem aos bancos? Obviamente.

Mas o maior beneficiado será:

voce01

BLOG

Faça nosso teste e saiba como está sua saúde financeira!

QUERO FAZER O TESTE

Realização

Bei editora

Apoio

CP+B
Usamos cookies por vários motivos, como manter o site do PQ? confiável ​​e seguro, personalizar conteúdo e anúncios,
fornecer recursos de mídia social e analisar como o site é usado. Para maiores informações clique aqui.