Por que não fazer política com preço de gasolina?

Minha gente, a imprensa tem dito que a diretoria da Petrobras está disposta a reduzir o preço de gasolina e diesel nos próximos dias. A decisão, dizem, tem sido vigorosamente oposta pelo Conselho de Administração da empresa.

Esse debate traz à nossa memória o grande erro de política econômica ocorrido nos anos anteriores a 2014, né?

Relembremos: o preço da gasolina foi mantido, por decisão de política econômica, abaixo dos preços internacionais.

Resultado: a Petrobras sofreu perdas e viu sua dívida crescer e crescer e crescer.

O consumidor brasileiro pôde até se sentir brevemente um pouco melhor, até que... Até que a corda apertou no pescoço da Petrobras. Aí não restou solução, senão a empresa corrigir seus preços para cima, depois das eleições de 2014.

Como, no passado, a gasolina barata deteriorou as finanças da Petrobras, a gasolina cara, no presente, ajuda a recompor prejuízos.

Melhor seria se nós não tivéssemos ingerência política no preço dos combustíveis. Mas isso é para um futuro em que estejamos mais perto de um país avançado e mais longe dos populismos.



OUÇA TAMBÉM

[audio wav="http://porque.com.br/wp-content/uploads/2016/03/Por-que-a-lei-está-contra-a-Petrobras-2.wav"][/audio]

 

BLOG

Faça nosso teste e saiba como está sua saúde financeira!

QUERO FAZER O TESTE

Realização

Bei editora

Apoio

CP+B
Usamos cookies por vários motivos, como manter o site do PQ? confiável ​​e seguro, personalizar conteúdo e anúncios,
fornecer recursos de mídia social e analisar como o site é usado. Para maiores informações clique aqui.