Por que o Imposto de Renda é retido na fonte?

Se você é um dos brasileiros que pagam Imposto de Renda (IR), parabéns! Afinal, mais de a metade dos brasileiros não tem nem renda suficiente para cair na rede do “leão” (como o IR era chamado nos “tempos do onça”).

Caso esteja entre os mais bem nutridos de sorte, energia e ativos financeiros, aí é provável que você dedique mais de um quinto de sua renda anual para o IR. Agora, imagine só se tivéssemos de escrever um cheque de mais de um quinto de nossa renda anual durante o mês de abril! Teríamos de poupar ao longo do ano ou então imploraríamos por crédito a algum agiota nos estertores do mês de abril.

Ganhariam com este sistema somente os agiotas e, quem sabe, alguns cardiologistas. Ou não?

É por isso que, no Brasil, ou em qualquer outro país que tribute a renda dos cidadãos, o IR é cobrado na fonte, mensalmente. Uma vez por ano, temos de ou contratar contadores ou perder uma ou mais noites para fazer a declaração. Mas, ainda que seja trabalhoso, ao menos não temos de nos preocupar em calcular o IR todo mês, mas só uma vez ao ano.

Assim como você, eu também não gosto de pagar impostos. Mas, tal qual a morte, os impostos são inevitáveis.



Tags do post:

Impostos

BLOG

Faça nosso teste e saiba como está sua saúde financeira!

QUERO FAZER O TESTE

Realização

Bei editora

Apoio

CP+B
Usamos cookies por vários motivos, como manter o site do PQ? confiável ​​e seguro, personalizar conteúdo e anúncios,
fornecer recursos de mídia social e analisar como o site é usado. Para maiores informações clique aqui.