Por que os PMs do Espírito Santo ainda não foram demitidos?

Bateu uma preguiça.

Peguei-me pensando: em vez de escrever meu artigo para o PQ?, que tal aproveitar este dia lindo para passear no parque?

Mas lembrei de que tenho o compromisso de escrever com alguma frequência.  Em troca, espero receber minhas conchinhas e miçangas no fim do mês.

O diabinho atrás da minha orelha cochicha:

– Vai passear, ninguém vai notar!

E assim responde o anjinho na orelha oposta:

– Mascarado, você não é funcionário público, você pode ser demitido... Cumpra suas obrigações!

E cá estou eu, sentado ao teclado.

Ah, se eu tivesse estabilidade de emprego como os PMs do Espírito Santo...  Eles querem ganhar mais e, portanto, decidem não trabalhar. A população que se dane?

Enquanto isso, em três dias, desde sábado, já morreram por lá 62 pessoas por homicídio.

É uma forma de chantagem. Num país em que a sociedade tem mais força que as corporações, os PMs parados estariam na rua.

Foi assim com os controladores de voo dos aeroportos americanos durante o governo Reagan.

Rua neles! Hoje, o aeroporto da capital americana chama-se Ronald Reagan – uma homenagem para um presidente que defendeu os interesses gerais da sociedade contra a chantagem de uma corporação.

BLOG

Faça nosso teste e saiba como está sua saúde financeira!

QUERO FAZER O TESTE

Realização

Bei editora

Apoio

CP+B
Usamos cookies por vários motivos, como manter o site do PQ? confiável ​​e seguro, personalizar conteúdo e anúncios,
fornecer recursos de mídia social e analisar como o site é usado. Para maiores informações clique aqui.