Por que regular a Netflix?

Matéria  do Globo comunica o interesse da Agência Nacional do Cinema (Ancine) e da Agência Nacional das Telecomunicações (Anatel) em regular as atividades dos serviços de vídeo por demanda como Netflix e HBO Go.

Não é notícia completamente ruim. Por exemplo, a Ancine poderia estar fazendo coisas piores, como empurrar mães carregando bebês ou distribuir subsídios para a indústria de cinema brasileira.

Mas ainda é ruim para danar. Netflix ou qualquer outra empresa do ramo deve ser livre para oferecer o serviço que quiser ao preço que lhe der na veneta.

Infelizmente, no entanto, ainda não nos curamos do velho hábito mercantilista – a tenebrosa herança que recebemos depois de três séculos de dominação portuguesa. Na mente lagartiana do mercantilista luso-brasileiro, qualquer atividade fora da interferência governamental deve ser regulada. Em sua versão mais réptil, a regulação da Netflix é defendida para nivelar a concorrência com as TVs a cabo, que já seriam reguladas.

É como se João tivesse que correr a maratona calçando galochas porque o governo mandou o José usar galochas!

Vamos deixar João e José correrem de tênis?

netface

Tags do post:

Papel do Estado

BLOG

Faça nosso teste e saiba como está sua saúde financeira!

QUERO FAZER O TESTE
O pato soy yo?

O pato soy yo?

Realização

Bei editora

Apoio

CP+B
Usamos cookies por vários motivos, como manter o site do PQ? confiável ​​e seguro, personalizar conteúdo e anúncios,
fornecer recursos de mídia social e analisar como o site é usado. Para maiores informações clique aqui.