Qual o efeito da violência no desempenho escolar?

violência-educação

A perda de vidas e a sensação de insegurança já são custos enormes associados à violência em nossos centros urbanos. Mas esses custos não param por aí. A imagem abaixo, publicada pela plataforma Fogo Cruzado na última sexta-feira, 18, em sua conta no Twitter, revela um efeito perverso sobre a educação. A escalada da violência no Rio de Janeiro privou mais de 18.000 crianças de comparecer à escola naquele dia.

fogo cruzado

O artigo acadêmico de Joana Monteiro e Rudi Rocha encontra, de fato, evidências de que a violência afeta de maneira adversa o desempenho das crianças na escola. Há uma série de possíveis canais conectando violência a desempenho escolar. Por exemplo, há perda de aulas, pois aumentam as faltas de professores ou, simplesmente, porque a escola fecha. Alguns professores e diretores de escolas pedem para ser realocados, o que prejudica o dia a dia da escola e potencialmente o aprendizado das crianças. Tudo isso fora o impacto psicológico sobre os pequenos.

Para estimar o efeito da violência sobre o desempenho escolar, os autores cruzam dados de reportes anônimos de tiroteios ocorridos em favelas do Rio (pelo Disque Denúncia) com as notas de alunos de escolas bem próximas às favelas. Avaliam-se as notas na Prova Brasil, que incorpora conteúdos de língua portuguesa e matemática, e deve ser feita por alunos do quinto e nono anos do Ensino Fundamental. Joana e Rudi focam em alunos do quinto ano, que fizeram as provas nos anos de 2005, 2007 e 2009.

Como há variação na violência observada entre favelas e ao longo do tempo, é possível identificar o efeito causal da violência sobre o desempenho dos alunos. Basicamente, esse efeito é obtido ao comparar a evolução média das notas de alunos de escolas próximas a favelas violentas com a daqueles que estudam perto de favelas menos violentas. Nos exercícios empíricos principais, uma favela violenta é aquela que registra pelo menos 2 dias com reportes de tiroteio no Disque Denúncia em um dado ano letivo.

Os resultados indicam: a ocorrência de tiroteios prejudica significativamente o desempenho médio de alunos que estudam em escolas próximas a regiões de maior conflito.

Há outros resultados interessantes. O efeito é mais forte quanto mais próxima a escola de uma favela violenta, e quanto mais intensa é a violência (em número de dias no ano letivo com denúncias de tiroteio). Além disso, a violência ainda tende a elevar as faltas de professores e a incentivar a saída de docentes mais qualificados e de diretores de escolas.

Esses resultados também jogam luz na discussão sobre a proibição das drogas, dado que boa parte dessa violência é associada a brigas de facções pelo controle do tráfico. No cômputo dos custos e benefícios da proibição, mais um aspecto deve entrar na conta: o efeito negativo sobre o aprendizado de crianças.

 
Para ficar por dentro do que rola no Por Quê?, clique aqui e assine a nossa Newsletter.
Siga a gente no Facebook!
Inscreva-se no nosso canal no YouTube!
E curta as nossas fotos no Instagram :)



 

BLOG

Faça nosso teste e saiba como está sua saúde financeira!

QUERO FAZER O TESTE
O pato soy yo?

O pato soy yo?

Realização

Bei editora

Apoio

CP+B
Usamos cookies por vários motivos, como manter o site do PQ? confiável ​​e seguro, personalizar conteúdo e anúncios,
fornecer recursos de mídia social e analisar como o site é usado. Para maiores informações clique aqui.